Você já ouviu falar sobre a importância de fortalecer os empreendimentos de sua cidade


Quando um negócio local se desenvolve, normalmente ocorre uma maior geração de renda, que se reflete no crescimento de outras empresas e operações — esse é o propósito da economia circular.

Os pequenos negócios geram empregos e estimulam a circulação de renda. Além disso, fixam as pessoas nas cidades de menor porte e estimulam o crescimento econômico local. Com isso, toda a cidade se desenvolve, uma vez que, com mais empregos, o poder aquisitivo da população melhora, impulsionando as relações comerciais como um todo.

Para que isso aconteça, é importante que os consumidores valorizem as empresas, preferindo seus produtos e serviços. Um negócio local forte estimula o empreendedorismo e promove melhorias importantes para toda a população.

Quando uma determinada empresa cresce e, em função disso, aumenta seu quadro de funcionários, mais pessoas que residem no local passam a ter emprego e renda. Consequentemente, surge um número maior de consumidores de outros produtos e serviços, afinal, as pessoas empregadas conquistam poder aquisitivo para adquirir bens diversos.

Esse ciclo contribui para que a economia local continue girando e proporcionando ganhos para todos. Além da melhoria do ambiente de negócios para os empreendedores, os consumidores locais também saem ganhando: são gerados mais empregos, a oferta de produtos e serviços aumenta e a qualidade de vida se torna melhor. Vale destacar que esse giro de negócios não é importante apenas em cidades de menor porte ou regiões mais afastadas dos centros urbanos. O seu bairro, por exemplo, também pode se beneficiar dessa prática.

Conheça algumas vantagens do desenvolvimento de um negócio local
Além do desenvolvimento econômico local, o fortalecimento do comércio de vizinhança traz ganhos importantes para todos que vivem ou circulam pela região. Confira alguns dos benefícios mais relevantes:

Ao comprar de uma pequena empresa, você ajuda no desenvolvimento desse negócio, incentivando o empreendedorismo e a criatividade;
As pequenas empresas se sentem estimuladas para diversificarem sua oferta de produtos e serviços e para investirem em inovação e em tecnologia;
Os negócios locais passam a perceber a importância do bom atendimento e começam a investir na qualificação de sua mão de obra;
Os pequenos empreendedores tendem a contratar funcionários locais e apoiar ações comunitárias, como campanhas sociais ou ambientais;
Com o fortalecimento dos negócios de vizinhança, o custo logístico do comércio local é reduzido, aumentando a competitividade das empresas e de seus produtos;
O crescimento de negócios locais também valoriza seu imóvel. Normalmente, a existência de um comércio diversificado na região (com escolas, padarias, shoppings, salões de cabeleireiros, entre outros) tende a elevar o preço do metro quadrado do bairro, o que valoriza também o seu imóvel;
Pela mesma razão, o fundo de comércio de seu empreendimento também é valorizado com o aumento da oferta de produtos e serviços. Afinal, quanto mais pessoas circulam no entorno, maiores são as chances de conhecerem sua marca e, por essa razão, comprarem seus produtos.
Todos esses aspectos refletem em novas oportunidades para a comunidade. Surgem cursos de capacitação profissional, fornecedores de tecnologia e outras atividades necessárias para suprir as demandas das empresas em crescimento. Além de tudo, os moradores passam a contar não apenas com uma oferta maior de empregos, mas também com serviços e produtos com maior qualidade.

Confira como fomentar um negócio local
Além de preferir o comércio de vizinhança na compra de produtos e serviços, existem outras ações que contribuem para o crescimento dos negócios locais. Você tem uma pequena empresa na região? Então, prefira contratar mão de obra local, escolha produtos regionais e compre de fornecedores da vizinhança. Todo empreendimento demanda alguns insumos, dos mais básicos aos mais específicos, que podem ser adquiridos regionalmente. Opte também por divulgar seu negócio, criando assim um maior potencial de alcance na população local.

Mesmo que a variedade de produtos e serviços sejam limitadas, ou os custos mais elevados, ainda vale a pena comprar na vizinhança. Você economiza o tempo com deslocamento e reduz as despesas com transporte de mercadorias, entre todos os outros aspectos positivos.

Além disso, contribui para criar oportunidades locais e promove a circulação de renda no seu bairro ou região. Veja algumas ideias para envolver a comunidade local e fortalecer os negócios regionais:

Participe de ações locais, como campanhas para ajuda social ou eventos locais. Contribua para causas de sua cidade ou bairro;
Ofereça oficinas (relacionadas ou não à atividade principal de seu negócio) que possam contribuir para a capacitação da comunidade. É possível promover pequenos cursos voltados à reciclagem, cozinha, treinamento de mão de obra ou outras ações de voluntariado voltadas à comunidade carente. Convide outros empreendedores para participar das ações e faça um trabalho conjunto;
Promova alguns ciclos de palestras junto aos empresários locais, convidando especialistas da região que possam dividir seu conhecimento com os participantes. Nesses eventos, sempre surgem boas ideias, parcerias e negócios interessantes;
faça parcerias com outros empreendimentos locais, estimulando a chamada economia colaborativa, na qual os negócios se complementam, com ganhos mútuos.
Como você percebeu, o fortalecimento de um negócio local faz toda a diferença para o desenvolvimento regional. Além de estimular o empreendedorismo, essa política de boa vizinhança contribui para melhorar a circulação de renda e gerar riqueza para todo o bairro ou para a cidade, contribuindo para o crescimento sustentável da região. 

 

 Contribuição e redação. www.bomcupom.com/blog, editada por batanews