Marido tranca esposa e filhas e ainda faz ameaças em Três Lagoas

Vítima ainda relatou que autor privava as crianças de comer sob constantes ameaças de agressões

BATANEWS/TOPMIDIANEWS


Polícia investiga o caso - Crédito: Divulgação PMMS

Uma mulher, de 25 anos, decidiu denunciar seu marido, de 25 anos, na noite deste domingo (17) em Três Lagoas, a 326 quilômetros de Campo Grande. Ela permaneceu, assim como as três filhas, de 3 e 2 anos, além de uma bebê de 10 meses, trancadas e vivendo em cárcere privado e sob constantes ameaças em um condomínio no Jardim Carandá.

De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima acionou a Polícia Militar e esperou pela chegada da guarnição na portaria do prédio. No primeiro relato, a mulher explicou haver sido agredida pelo próprio esposa na noite de ontem e que o casal vivia juntos há cinco anos.

Porém, nos últimos três dias, o autor estava usando drogas ininterruptamente e nesse meio tempo, mantinha a esposa e as três filhas pequenas em cárcere privado, proferindo ameaças e que na noite deste domingo, após maltratar as crianças, privou elas de comida, pois não tinha o que oferecer.

Conforme a versão da mulher, o seu marido ainda teria se apossado de duas facas e passou a ameaça-lá de morte, quando ela tentou desarmá-lo, mas teve as mãos torcidas pelo autor e ainda foi derrubada no chão, sofrendo lesões e hematomas.

Com o relato, a Polícia Militar passou a fazer rondas e diligências para tentar encontrar o autor, mas não teve êxito até o momento.

Antes de ir para a delegacia, a mulher deixou duas crianças com a vizinha e permaneceu com uma indo para a Depac de Três Lagoas registrar o boletim de ocorrência e pedir medidas protetivas contra o autor.

O caso foi registrado como ameaça, lesão corporal e constrangimento ilegal.