Após ordem de Moraes, PF prende homem que falou em ‘caçar’ ministros do STF

Polícia Federal cumpriu o mandado de prisão contra Ivan Rejane Fonte Boa Pinto nesta sexta-feira, 22; ministro diz que a medida garante a colheita de provas

BATANEWS/JOVEM PAN


Ministro determinou prisão temporária e suspeito após pedido da PF / Nelson Jr./SCO/STF

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a prisão temporária de um homem que utilizou redes sociais para ameaçar membros da Corte, pedir a extinção do STF e divulgar mensagens contra o democrático de direito. A Polícia Federal cumpriu o mandado de prisão contra Ivan Rejane Fonte Boa Pinto nesta sexta-feira, 22, em Belo Horizonte. De acordo com o Moraes, o investigado convocou outras pessoas para cometer crimes, atentando contra a democracia e instituições públicas. A

As autoridades ainda argumentam que Boa Pinto ignorou a possibilidade de expressar suas opiniões em reuniões lícita e pacíficas — previstas na Constituição —, o que pode configurar crime de associação criminosa e abolição violenta do Estado Democrático de Direito. Para o ministro, a PF demonstrou a necessidade da prisão temporária, uma vez que existem provas de autoria dos crimes. Além disso, o ministro diz que a medida garante a colheita de provas com o objetivo de elucidar infrações penais atribuídas à associação criminosa.