Mulher é presa por bater em enteado e tentar intimidar PM no Guanandi

Ela disse que é amiga de uma promotora de justiça

BATANEWS/TOPMIDIANEWS


Ela foi levada para a Depac Cepol - Crédito: Wesley Ortiz

Uma mulher, de 40 anos, foi presa na madrugada desta quarta-feira (3), acusada de agredir o enteado, de 13 anos, dentro de uma residência na Rua Piria, no bairro Guanandi, em Campo Grande.

A Polícia Militar foi acionada e encontrou a suspeita agressiva, com sinais de embriaguez.

Ela disse que teria ligado para uma promotora e que se a polícia não resolvesse, acionaria a promotora, que “gosta de ganhar dinheiro com processos”. 

Questionado sobre os fatos, o adolescente contou que foi enforcado pela mulher e que sofre violência com frequência dentro de casa.

Segundo o boletim de ocorrência, ele disse que o pai saiu para comprar bebida, quando a madrasta iniciou as agressões. 

O genitor confirmou que o filho foi agredido pela mulher. A mulher foi levada para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Cepol.