PF faz nova operação para buscar financiadores e incitadores dos atos golpistas de 8 de Janeiro

O bloqueio de bens foi determinado pela Justiça para cobrir parte do prejuízo causado durante a tentativa de golpe de Estado

BATANEWS/CARTACAPITAL


Registro dos atos golpistas de 8 de Janeiro. Foto: Joedson Alves/Agência Brasil

A Polícia Federal (PF) cumpre 27 mandados judiciais contra supostos financiadores e incitadores dos atos golpistas de 8 de Janeiro. A ação faz parte da 28ª fase da Operação Lesa Pátria, deflagrada na manhã desta quinta-feira 20.

Dos 27 mandados, 15 são de busca e apreensão e 12 de busca pessoal. Os alvos estão nos estados de Goiás, Mato Grosso do Sul e Santa Catarina, mas ainda não tiveram a identidade confirmadas pela Polícia Federal. O estado do Sul é o que concentra o maior número de investigados, com 19 dos 27 mandados.

Em nota, a PF esclarece que a ação desta quinta-feira foi autorizada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que também determinou a indisponibilidade de bens, ativos e valores dos investigados. A intenção do tribunal é arcar com o prejuízo causado pelo vandalismo nas sedes dos Três Poderes naquele 8 de Janeiro. Estima-se em 40 milhões de reais o total de danos ao patrimônio público.

Novamente, os investigados respondem pelos seguintes crimes:

Até aqui, os condenados pelas ações cumprem penas que vão de 3 a 17 anos de prisão.